Apresentação

O Programa Institucional de Internacionalização da Capes – PrInt –, financiado por meio do Edital 41/2017, tem o objetivo de:

  • Fomentar a construção, a implementação e a consolidação de planos estratégicos de internacionalização das instituições contempladas nas áreas do conhecimento por elas priorizadasEstimular a formação de redes de pesquisas internacionais com vistas a aprimorar a qualidade da produção acadêmica vinculada à pós-graduação;
  • Ampliar as ações de apoio à internacionalização na pós-graduação das instituições contempladas;
  • Promover a mobilidade de docentes e discentes, com ênfase em doutorandos, pós-doutorandos e docentes para o exterior e atrair docentes do exterior e recém doutores com experiência no exterior para o Brasil;
  • Fomentar a transformação das instituições participantes em um ambiente internacional;
  • E, por fim, integrar outras ações de fomento da Capes ao esforço de internacionalização.

O Projeto de Internacionalização da Fiocruz, PrInt Fiocruz-Capes, foi criado em 2018 para concorrer ao edital mencionado, tendo sido aprovado com os programas da Fiocruz que apresentaram notas 5, 6 e 7 na avaliação quadrienal. O projeto está estruturado em 3(três) Redes Integrativas Temáticas, cada uma delas com 3(três) projetos, abarcando 16(dezesseis)  Programas de Pós-Gradução, de 9(nove) unidades, sendo elas do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia. A previsão de duração do projeto é de 5 anos, iniciando-se em 2019 e finalizando em 2023.

A Fiocruz é tradicionalmente reconhecida no país e no mundo por sua importância para a saúde, compreendida em uma perspectiva global. Assim, temos trabalhado de forma intensa, a partir da perspectiva de integração em redes, para produção de conhecimento em saúde por meio da educação e pesquisa.

O Projeto PrInt Fiocruz foi concebido de modo a potencializar a já destacada internacionalização da instituição, aproveitando o recurso concedido pela Capes para financiar a mobilidade internacional de discentes e docentes e fortalecer as redes de cooperação com instituições renomadas em outros países.

Nesse sentido, o PrInt Fiocruz-Capes nos permite consolidar o trabalho que vem sendo desenvolvido como política institucional, conforme pode ser visto nos
documentos apresentados na Política de Internacionalização da Fiocruz.

Nosso orçamento inicial era de R$ 26.137.895,92, tendo sido contemplados com 15.683.097,56, para diversas ações de internacionalização distribuídos nos projetos das três Redes:

  1. Rede integrativa de ciência e tecnologia para o enfrentamento de doenças infecciosas e re-emergentes (RICEI) ; 
  2. Rede integrativa de doenças crônicas de origem não-infecciosa – (RICRONI)
  3. Rede integrativa para enfrentamento das desigualdades em saúde - (RIDES)

Cada uma destas Redes tem seus subtemas, que são coordenados por diferentes pesquisadores. A governança do projeto como um todo é conduzida pela Pro-reitoria (Coordenação-Geral de Educação), pelo Grupo Gestor nacional e internacional (composto por doutores da Fiocruz e de instituições internacionais), e pelos coordenadores dos projetos das Redes 1, 2 e 3.